Como atua a medicina vibracional

No mundo atual somos levadas a viver de acordo com referências externas a nós. Ao poder, essa engrenagem que aliena o homem, não interessa pessoas conscientes, conhecedoras de si mesmas e consequentemente questionadoras do sistema. Interessam sim por seres massificados, integrados neste sistema criado por interesses pessoais que exploram a pessoa humana, desrespeitando os nossos direito e Ser Um na Unidade (humanidade). Dentro desta sociedade massificada, surgem os trabalhos que tem como objetivo principal a conscientização e a integração do indivíduo com sua real essência. Os trabalhos que visam a estimular o autoconhecimento, ameaçam o sistema e o poder. O estimulo ao autoconhecimento que é a percepção do próprio caminho e de seus próprios valores, colocam mais próximos com a verdade de cada um, que não só individualiza como tamb ém Unifica com o todo. A medicina Vibracional, que engloba todas as terapias Naturais através de seu principio básico acredita que somos todos Energia . A palavra Energia implica por definição em atividade, e é a parte de todos os elementos que compõe nossa existência. A energia Vital como dos seres vivos ,hoje já comprovada cientificamente, é que gere nosso bem estar físico, mental e espiritual. Através de varias técnicas aplicadas , podemos não só equilibrar mais também modificar a Energia do Ser. Sabemos que a Energia Vital flui pelo corpo humano de forma regular. Esse fluxo que é recebido constantemente do Universo, formam canais ou caminhos utilizados pelos terapeutas no trabalho de reequilíbrio  energético. Uma das diferenças fundamentais entre a medicina Ocidental e Oriental, é que a alopatia baseia-se em um choque de forcas , e não visa o fortalecimento. Acredita-se que se deva considerar antes de chamar o “exercito” que se deva avaliar a natureza da “guerra”. Em muitas batalhas pelo a para recuperação total da Saúde e Bem estar talvez fosse preferível o corpo traçar sua própria estratégia. Pela sua[ perspectiva, saúde é uma questão de equilíbrio entre as diversas forcas (energia) existentes no organismo humano. Não se preocupa em eliminar a doença diretamente, mas em normalizar a Energia Vital do paciente., cria assim condições do organismo eliminara enfermidade através de seus próprios meios. E ênfase é na Saúde e não na Doença. A medicina ocidental trataa doença a Oriental trata o doente. A mente Ocidental divide analisa para então chegar a uma conclusão e a Oriental trabalha o homem como um todos. A medicinal Oriental não é melhor que a Ocidental, ou vice versa , apenas os enfoques são diferentes, e cada uma delas tem suas limitações e também seus recursos valiosos. Com uma atitude aberta podemos sempre incorporar alguma coisa nova a nossa maneira de Ser e Agir.. As respostas para a recuperação do bem estar e saúde física não estão nem no Oriente , nem no Ocidente, mas em Nós mesmos A integração das técnicas Ocidentais e Orientais podem ocorrer de varias maneiras. A cada pessoa cabe descobrir sua própria síntese Ocidente-Oriente

Facebook Comments

Post a comment