Gengibre

Ele não é propriamente bonito, não dá aquela vontade de comer com os olhos, mas o gengibre é uma raiz rica em propriedades terapêuticas, muito utilizada como condimento e remédio caseiro há pelo menos 5000 anos. Originário da Ásia, o gengibre começa a ganhar espaço nos carrinhos de supermercado e sacolas de feira do brasileiro. A propriedade descongestionante do gengibre é bem conhecida da população. Os chás feitos com pedaços da raiz são indicados para o combate de gripes, resfriados, tosse. Funcionam também como antisséptico e anti inflamatório, ajudando nos males que acometem as vias respiratórias e a garganta.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) também reconhece a ação da raiz sobre o sistema digestivo. Ingerir gengibre facilita a digestão e evita enjoos e náuseas. Sua função bactericida também o torna um ótimo remédio para ferimentos e úlceras.

Estudos recentes sobre o gengibre pesquisam uma ação anticancerígena da raiz. Segundo pesquisadores do Instituto Hormel, da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, o gingerol, substância responsável pelo sabor exótico do gengibre, seria capaz de deixar mais lento o crescimento dos tumores de intestino. Já os estudos da Universidade de Michigan (EUA) apontam o pó extraído da raiz como um ótimo coadjuvante no tratamento do câncer de ovário, por levar as células cancerígenas a cometerem apoptose (espécie de suicídio) e autofagia (canibalismo). Estudos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) também atestaram os benefícios da raiz para a circulação sanguínea. Se essa propriedade for comprovada, o gengibre poderá ser indicado até para casos de disfunção erétil no futuro.

Na culinária, essa raiz de sabor exótico e marcante pode ser utilizada de forma ralada, batida ou em pedaços. O ideal é comprar o gengibre fresco. A aparência é muito importante, pois geralmente quando ele está ressecado por fora, fica murcho por dentro. Para garantir uma boa escolha, verifique se o alimento está liso, claro e firme. Vale ressaltar que quanto mais velha for a raiz, mais picante será o seu sabor.

 

Como consumir o gengibre?

  • Chás: A infusão de pedaços frescos de gengibre é utilizada no tratamento de gripes, tosses e resfriados. Além de ser um relaxante eficaz, hidrata o corpo e ajuda a eliminar as toxinas, ajudando também no emagrecimento, devido à sua ação termogênica. Um chá de gengibre, canela e anis é uma excelente pedida!
  • Culinária: O gengibre pode ser utilizado no preparo de pratos doces e salgados da culinária. Pode ser encontrado desidratado, fresco, em conserva ou cristalizado. Cuide para não substituir uma forma pela outra nas receitas, pois seus sabores são distintos.
  • Sucos: Tem ação anti inflamatória, favorecendo a eliminação de toxinas do organismo. O suco gera mais disposição para o corpo, melhora a aparência da pele e o funcionamento do intestino. Para ficar mais saboroso, bata no liquidificador com abacaxi, hortelã ou raspas da casca do limão.
  • Pedaços crus: mastigar as lascas de gengibre, ajuda a aliviar a rouquidão e irritações na garganta, nesse caso só ajuda melhorar a dor, mas não cura. Colocar lasquinhas de gengibre na água ajuda eliminar os enjoos.

Facebook Comments

Post a comment