Como deixar as crianças livres de acidente nas férias

Queimadura, quedas e choque são os riscos mais comuns

Durante as férias escolares, o tempo das crianças em casa aumenta e, junto com as horas, as preocupações com acidentes domésticos também. Certos cuidados como redes na varanda, produtos de limpeza em estantes altas e atenção 24 horas, principalmente, com crianças pequenas são recomendados pelos médicos.

crianças

Um descuido pode ser suficiente para que os pequenos se machuquem mesmo em um lar aparentemente seguro. De acordo com Myrna Santos Rocha, diretora de Especialidades Clínicas do Hospital Municipal Jesus, cada idade exige cuidados especiais da família. Em bebês com até seis meses, queimaduras e quedas do berço, do trocador e do colo são acidentes mais comuns. “É preciso cuidado redobrado com cigarro e temperatura do banho ” alerta.

Já as crianças a partir de 1 ano andam e são verdadeiras exploradoras, afirma Myrna. Por isso, protegê-las da ingestão de produtos de limpeza, de objetos, como botões e moedas e de medicamentos deve ser prioridade. Remédios precisam ficar guardados em estantes altas. Sobre choques, os pais podem usar protetores nas tomadas.

Na cozinha, facas, forno ligado e panelas com o cabo para fora são um perigo. Quando Guido Peters, 4 anos, ainda engatinhava, entrou na cozinha em um minuto de distração e colocou as mãos no forno, conta a mãe, Kamylla Peters, 32. As bolhas assustaram os pais. “Liguei para o pediatra que me disse para colocar em água corrente. Como não foi grave, pude cuidar em casa,” disse a vendedora.

Segundo Sulim Abramovic, presidente do Departamento de Emergência da Sociedade Brasileira de Pediatria, também é comum meninos engolirem baterias de eletrônicos. “Os pais trocam as baterias e as deixam ao alcance dos filhos. Se elas estouram dentro do corpo, causam danos sérios,” alerta.

O QUE FAZER

QUEDAS

Quando há possibilidade de fratura, deve ser feita a imobilização, e depois procurar uma emergência.

QUEIMADURAS

Casos graves: envolver a região com pano seco e ir ao hospital. Se for leve, lavar com água corrente e procurar orientação médica.

INTOXICAÇÃO

Ligar para o Centro de Controle de Intoxicações (0800 – 722-6001). Nunca dar leite, água ou provocar vômito. Procure a emergência e leve o rótulo do produto.

CHOQUE ELÉTRICO

Com um objeto plástico, afastar a criança da corrente, para evitar que o adulto também fique preso.

ENGASGO
Não tentar tirar o objeto se você não consegue vê-lo, para evitar que o empurre mais. Procurar emergência.

FONTE: Internet

 

Facebook Comments

Post a comment