Danças: De passatempo a recomendação médica

Desde o início da sua historia, o homem utilizou a dança com os mais variados objetivos, de rituais e homenagens diversas às mais variadas comemorações. Atualmente, até a medicina têm se rendido a ela; dançar agora virou recomendação médica.

dancalarsl2

A dança está conquistando cada vez mais o reconhecimento dos médicos. Isso porque quem adentra no mundo da dança obtém benefícios físicos e psicológicos. A dança é uma atividade extremamente prazerosa, combate a depressão e a timidez, melhora a auto estima e a disposição do dia a dia. Além disso melhora a capacidade cardiorrespiratória, diminui a pressão arterial, proporciona perda calórica e fortalecimento muscular.

É de igual importância o caráter terapêutico das danças de salão. Reservar  uma hora de nossa rotina diária para cuidar de nós mesmos, é mais que necessário. Dançar é isso: um momento que possibilita cuidar de si, trocando o ritmo acelerado dos compromissos do dia a dia pelo ritmo da dança, que relaxa nosso corpo e nossa mente e nos deixa fortalecidos.

As qualidades das danças de salão ficaram mais evidentes com o seu crescimento nas ultimas décadas, e vem ganhando espaço no gosto popular. Com ampla exposição em filmes, programas de auditório e telenovelas, dançar está cada vez mais presente na sociedade. Hoje, as danças, principalmente as de salão, tem pauta garantida na agenda de milhares de pessoas pelo mundo.

Para aqueles que sempre chegam com a célebre reclamação: “eu sou muito duro, não consigo dançar…”, uma resposta plausível seria: todos podem e conseguem dançar, “se quiserem”. A resistência não está no corpo, e sim, dentro da cabeça de cada um.

Vem dançar e ser feliz você também!!!

Colaboração:

Guto: Prof. e coreógrafo,

Léo Diniz: Prof. e coreógrafo.

3372-5343 / 98777-7169 / 98702-0203

Facebook Comments

Post a comment