COMO ESCOLHER OS EQUIPAMETOS NECESSÁRIOS PARA O SEU SISTEMA DE CÂMERAS?

Esta dúvida é muito comum entre as pessoas que não são do ramo de segurança eletrônica e a escolha certa irá contribuir para que a relação custo/benefício seja a melhor possível.

O principal item do sistema é o DVR (gravador de imagens) ele é o coração do sistema. É o responsável pela gravação, gerenciamento e transmissão das imagens para que seja possível o acesso remoto via celular ou computador. Hoje temos no mercado aparelhos de qualidade analógica que já está ultrapassada, IP que tem alta qualidade, mas o custo ainda é elevado e o sistema intermediário que é o HD com imagens de alta qualidade e custos muito próximos ao analógico. Na escolha do DVR aconselhamos que faça a opção pelas marcas nacionais devido a assistência técnica e suporte. Os equipamentos de marcas desconhecidas e sem representação no Brasil são baratos, mas praticamente descartáveis, pois se apresentarem algum problema você não terá a assistência necessária para resolvê-los.

Outro item importante na avaliação e que muitos instaladores negligenciam na qualidade para reduzir o preço é o HD (Hard Disk) ou disco rígido onde as imagens são armazenadas. Muitos profissionais usam HD de computador normal que é projetado para trabalhar determinadas horas por dia sendo que o aconselhável é a utilização de HD de áudio e vídeo, especialmente projetados para esta utilização, tendo condições de funcionamento 24 horas por dia durante todos os dias da semana. Um HD para computador, na maioria das vezes, tem garantia de 6 meses enquanto que um HD de áudio e vídeo normalmente tem garantia de um ano e, dependendo do fabricante, pode chegar a três anos.

Para a visualização das imagens junto ao DVR é aconselhável à instalação de um monitor o proprietário pode definir pela aquisição de um novo ou aproveitamento de algum que ele já tenha.

Quanto as câmeras, o primeiro item a observar é a compatibilidade com o DVR. Não adianta comprar câmera IP ou HD se o seu gravador é analógico. Temos que ter atenção também quanto a capacidade do infravermelho tendo em vista que é ele que possibilita a visualização das imagens durante a note, normalmente chamada de visão noturna. O infravermelho tem que ser compatível com a distância de visualização das imagens. Se você tem um ambiente de 20m e usar uma câmera para 10m vai ter uma defasagem e se usar uma para 50m estará desperdiçando recurso e, dependendo da posição, pode até prejudicar a qualidade das imagens. Para proteger os conectores das câmeras, em muitos casos, é necessária a instalação de caixinhas de proteção.

Para as câmeras que ficaram na parte externa do muro aconselhamos a instalação de proteção antivandalismo (Dome ou grade) que ajuda a proteger contra furtos e danos e alguns instaladores “malandramente” deixam de incluir no orçamento e só falam do assunto após o cliente fechar o negócio e vendem por preços extorsivos.

A alimentação das câmeras é feitas por fontes que devem ser dimensionadas de acordo com a quantidade de câmeras e a especificação de cada uma. O uso de uma fonte inadequada pode danificar a câmera ou causar o seu funcionamento de forma deficitária.

O cabeamento também deve ser avaliado. O uso de cabos de má qualidade ou inadequados pode provocar o não aparecimento das imagens ou imagens destorcidas e com interferência.

Um bom sistema de segurança eletrônica tem que ter um Nobreak que é o equipamento responsável para ajudar na proteção das câmeras no caso de variações do fornecimento de energia e conseguir garantir o funcionamento do sistema, por algum tempo, no caso da total falta de energia no local.

Outro equipamento importante que sugerimos a instalação é o rack de proteção que é uma caixa metálica projetada para proteger o DVR ajudando na sua segurança e conservação.

O problema de um sistema mal planejado pode ser imagens de má qualidade ou inexistência  e pode causar ate mesmo incêndio.

Como vocês devem ter observado não é tão simples assim montar um sistema de câmeras que realmente funcione de maneira adequada e, por este motivo, desconfie dos orçamentos muito baratos, pois tudo que citamos tem um custo. Quando o valor apresentado for muito diferente dos demais concorrentes, certamente o equipamento não é o mesmo ou até mesmo o profissional não tem a qualificação adequada para projetar e montar o sistema.

AGNALDO LIMA DE BARROS,  CEL QOR PMMG

Especialista em Segurança Pública

Especialista em Segurança Eletrônica

Consultor de Segurança da Empresa RASTRÔNICA

Matéria dicas, pode colocar o credito abaixo

E-mail: contato@rastronica.com.br

Web: http://www.rastronica.com.br
Telefone: (31) 3063-0655 / Celular: (31) 88642557

 

Facebook Comments

Post a comment