A Insegurança da Segurança Eletrônica

Você já deve ter recebido um comunicado da concessionária de energia elétrica avisando que no dia tal em determinado período o fornecimento de energia elétrica na sua rua, bairro ou região seria suspenso devido a obras de manutenção. Com o corte da energia elétrica mais de 80% dos sistemas de segurança eletrônica instalados tornam-se ineficientes. Alguns marginais, já aproveitam deste conhecimento, desligam a energia da residência ou condomínio na hora da invasão.

Então, apesar dos significativos investimentos em equipamentos, a sua segurança ficou vulnerável devido a falha de planejamento do sistema ou economia de recurso quando optou pelo orçamento mais barato, que na maioria das vezes não contemplam mecanismos de proteção quanto a falta de energia elétrica.

Hoje existe no mercado o Nobreak que é um “dispositivo alimentado a bateria, capaz de fornecer energia elétrica a um sistema por certo tempo, em situações de emergência, no caso de interrupção do fornecimento de energia da rede pública.” Um nobreak que atende as necessidades de um sistema de segurança eletrônica varia de R$350,00 a R$ 1.200,00 reais o que não é tão significativo levando-se em conta o valor dos demais equipamentos. O ideal é que o dispositivo garanta no mínimo o funcionamento de todo o sistema por no mínimo trinta minutos após o corte do fornecimento da energia elétrica da rede pública.

Outra falha comum na implantação dos sistemas de segurança eletrônica é a manutenção das senhas de fábrica dos equipamentos. A maioria dos dispositivos sai de fábrica com o usuário “admin” e as senhas variam entre:

  • Sem senha;
  • Admin;
  • 1,2,3,4
  • 1,2,3,4; 5

Está falha ocorre pela preguiça do instalador ou até mesmo pela limitação no conhecimento da parte de configuração do sistema.

Para testar a segurança do sistema de da sua casa, condomínio ou empresa desligue a chave geral da energia elétrica e verifique se o sistema continua funcionando normalmente e depois tente acessar o equipamento usando o usuário “admin” e a senha de fábrica que você consegue facilmente em uma pesquisa rápida pela internet. Caso detecte alguma falha chame imediatamente um profissional de segurança eletrônica para fazer as devidas correções.

AGNALDO LIMA DE BARROS,  CEL QOR PMMG

Especialista em Segurança Pública

Especialista em Segurança Eletrônica

Consultor de Segurança da Empresa RASTRÔNICA

Colaboração:

Facebook Comments

Post a comment