DICAS DE SEGURANÇA

Ser vítima de uma ação criminosa ou presenciar é uma experiência traumática que temos a tendência de querer esquecer.

A lembrança de detalhes é crucial para ajudar a identificar e prender os marginais. Informações como altura, cor, tipo físico, presença e características das tatuagens observadas no criminoso e detalhes das roupas são relevantes para a ação da polícia.

Hoje não podemos esquecer que a maioria das identificações e prisões de delinquentes tem algum vínculo com imagens de sistemas de monitoramento por câmeras públicas ou privadas. Às vezes a ação é toda ou parcialmente gravada ou o deslocamento dos marginais foi registrado nas proximidades.

Para colaborar com as forças policiais uma informação é bastante relevante que é o horário mais preciso possível do fato. Este dado ajuda muito na localização das imagens. Então, se você foi vítima ou presenciou uma ação criminosa, pergunte e anote o horário do fato. Outro dado relevante diz respeito ao deslocamento dos bandidos. Eles vieram de qual direção e fugiram para onde?

Como consta na Constituição, segurança pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos. Vamos fazer a nossa parte para ajudar e vamos cobrar a ação do Estado. E fica a dica para os governantes municipais e candidatos: Porque não descontar no IPTU os investimentos feitos realizados nos sistemas de monitoramento por câmeras?

Sabemos que na medida em que mais equipamentos forem instalados a tendência é a diminuição dos preços e a popularização dos sistemas e em breve será praticamente impossível o acontecimento de algum fato delituoso em via pública sem nenhum registro.

Resumindo as nossas dicas: observe todos os detalhes dos marginais e veículos, preste atenção no horário do fato e sentidos de deslocamento e, principalmente, não reaja. O nosso maior patrimônio é a vida.

AGNALDO LIMA DE BARROS

Coronel da Reserva da PMMG
Especialista em Segurança Pública
Especialista em Segurança Eletrônica
Consultor de Segurança da Empresa RASTRÔNICA

Facebook Comments

Post a comment