Azeite, uma iguaria deliciosa e ainda faz bem! 

O azeite de oliva é feito a partir das azeitonas e tem vantagens e benefícios que vão além da saúde e da culinária, como auxílio no emagrecimento e ação hidratante para pele e cabelos.

Porém, para aproveitar as propriedades do azeite, seu consumo ou uso não precisam ser exagerados, ainda mais se o objetivo for emagrecer. A recomendação de consumo é de 1 colher de sobremesa por dia.

O consumo de azeite deve ser regular e preferencialmente na finalização dos pratos, evitando-se o seu uso excessivo e em preparações fritas, por exemplo. Os principais benefícios são:

  1. Reduz o colesterol ruim, por ser rico em gorduras monoinsaturadas. Veja como usar o azeite para este caso;
  2. Previne aterosclerose e protege o coração, por ser rico em compostos fenólicos e vitamina E, que são fortes antioxidantes;
  3. Previne doenças como câncer e diabetes tipo 2, por conter antioxidantes e por agir no hipotálamo, estimulando a saciedade;
  4. Atua como anti-inflamatório e fortalece o sistema imunológico, por conter uma substância anti-inflamatória, o oleocanthal;
  5. Reduz a pressão arterial, por facilitar a circulação sanguínea, já que estimula a dilatação dos vasos.

O melhor azeite é o azeite extra-virgem, pois sua produção preserva todos os nutrientes do produto e garante todos os benefícios desse óleo. Para conferir se um azeite é extra-virgem, deve-se procurar pela informação de acidez no rótulo, que não deverá ser maior do que 0,8%.

Outros tipos de azeite, como o composto e o refinado, passam por processos que fazem com que o óleo perca nutrientes e qualidade de gorduras. Sendo assim, sempre que possível, deve-se preferir consumir o azeite extra-virgem em saladas e para finalizar preparações, por ter mais qualidade que os outros tipos de azeite.

Colaboração:

roberto el check (arjuna) – personalyogabh.com.br – 31 98876 7090 

Facebook Comments

Post a comment