A VERDADE COM AMOROSIDADE

Conta à lenda que uma princesa de um reino distante apaixonou-se por um príncipe de terras longínquas e, contrariando a todos, mudou-se para outro reino e viveu feliz por um tempo. O príncipe tinha uma mãe que era uma bruxa e não admitia o casamento dos dois, ignorando o imenso amor que os unia. Com tramas diabólicas provocou intrigas, discórdias e desunião entre todos o que fez o príncipe questionar a relação e exigir a volta da princesa para o seu reino de origem. Esta o chamou para uma conversa e perguntou:

– Meu príncipe, nós nos amamos tanto porque tantas questões? Vamos morar onde escolhemos e deixar o castelo para sua mãe. Vamos ser felizes numa pequena choupana naquele lugar onde queríamos!

– Não minha princesa, eu estava enganado quando a trouxe para cá. Respondeu o príncipe com veemente convicção.

– Mas pensamos cinco anos para decidirmos! Deixei meu mundo, minha família, minha profissão, tudo por você! Retrucou a princesa com o coração dolorido! Diga-me somente o que importa: você me ama?

– Não minha princesa, eu estava enganado, eu não te amo.

– Fale isto olhando nos meus olhos, falou a princesa com profunda tristeza.

O príncipe abriu os olhos e a fitou longamente dizendo: – Não, eu não te amo. Eu estava enganado. A princesa, com os olhos molhados sentiu as palavras como uma espada cortando o coração em pedaços.  – Então me olhe nos olhos. Eu o amo imensamente, até o fundo da minha alma! Mas, à partir de hoje você não me toca mais. Meu corpo é um templo e só é tocado com amor. Eu te amo, mas não te quero. Eu quero e mereço ser AMADA. E assim ela partiu, não olhando para trás. O príncipe se deprimiu anos depois e nunca mais foi feliz. A princesa seguiu seu caminho curando as feridas. Escolheu o caminho mais difícil, que conduzia á liberdade e foi feliz. Fez uma escolha difícil e disse a verdade.

A verdade precisa sempre ser dita. O amor guia o caminho e conduz as palavras. A verdade às vezes dói, mas é melhor que falsas esperanças. Ter coragem para se posicionar com retidão e segurança permite que o outro se refaça e compreenda a lição. Errar é comum, aprender com o erro faz crescer. A forma mais sublime de ensinar é colocar limites, falar a verdade, ensinar o caminho com exemplos. É “ver” com o coração e conduzir em lição. Coragem para buscar a felicidade, coragem para enfrentar as dificuldades, coragem para pedir perdão, coragem para retomar o caminho é legado dos fortes. A fortaleza muitas vezes é ter e abster-se. É mudar a direção quando se sente que o coração fala: ‘eu não quero isto para mim’. Escolhas caminham com verdades. E a amorosidade faz parte das palavras e decisões. Que o amor conduza e que a felicidade reine. A vida pede para nos conhecermos. As lições nos libertam em direção á plenitude. A vida não nos tira coisas nos aliviam para voarmos mais alto. Fazer o que se ama é o segredo da felicidade. Ser feliz é um dever. E existem tantas coisas para se experimentar durante a vida. Ame e aproveite com atitudes e verdades…

Texto do livro “Coragem, as verdade de uma bruxa”

Dra. Dulcinea Mattar: Professora, escritora, cirurgiã dentista. Membro da Academia Mineira de Odontologia cadeira nº3. Proprietária e dirigente do Hotel Geriátrico Residencial Harmonia. [email protected] 997989399.

Facebook Comments

Post a comment