REFLEXÕES DO CONHECIMENTO

Segundo o filósofo Aristóteles todo ser humano tem o desejo de conhecer.

Conhecer tem um sentido muito amplo. Ter conhecimento requer dedicação, estudo, pesquisa, leitura, inteligência, disciplina, foco,vivacidade. Mas conhecer também tem um sentido muito vasto. O conhecimento também vem pelas vivencias, pelas experiências. E para mim sabedoria é conhecimento com sentimento. Um sentido Empirista que legitimiza o conhecimento através dos sentidos.
E ainda, o autoconhecimento onde o conhecer permeia os campos subjetivos.

E na caminhada da vida ampliamos nossa visão à medida que aumentamos nosso conhecimento. Ninguém vê o que não o contém. Vê-se beleza ou tristeza, branco ou preto, quando está dentro, pelo conhecimento anterior.

Mas acho que tudo está interligado e o conhecer se faz presente na vida do ser humano. Neste ponto eu deveria regozijar-me por ter cada gota de sangue em minhas veias desejoso em alcançar o conhecimento e a sabedoria (o segredo é viver). Talvez houvesse uma antiga contenda entre as estrelas de cada um neste contexto. Quem sabe? E o mistério da condição humana permanece ao longo do tempo e as discussões vãs estão sempre presente na historia da humanidade.

A única expectativa é a da morte e vivemos ludibriando-a. Somos mortais. A finitude nos desapodera e nos enche de incertezas.

Os filósofos definem a vida como miserável e o percurso como sofredor. Será?

Eu prefiro acreditar que a vida é uma dádiva, que a experiência do viver é uma graça divina, que os altos e baixos do caminho enriquecem o conhecimento e dão crescimento de alma. O AMOR é o segredo e viver a vida com alegria é o caminho. Apreciar a existência é o nosso sentido de vida. Enxergar as belezas que nos rodeiam com a natureza exuberante nos servindo é um dom. Enxergar o humano sem os véus é um privilégio. Enxergar os momentos do presente é um presente. A vida se faz do agora. A liberdade abre caminhos e a compreensão está presente num coração amoroso.

Clarice Lispector fala “não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento”. Esse é o meu lema. Assim “vivo para experienciar a divindade contida em todas as coisas e ama-las intensamente” como eu disse em meu livro “Pequenos Grandes Segredos”. Assim a felicidade está presente, a gratidão se torna premio da sabedoria e o coração se plenifica no amor tornando a vida uma grande aventura e uma bela passagem.

Texto do livro “SENSIBILIDADE”.
Dra. Dulcinea Mattar: Cirurgiã dentista membro da Academia Mineira de Odontologia cadeira nº 3, professora e escritora. Proprietária e dirigente do Hotel Geriátrico Residencial Harmonia. www.resdencialharmoniabh.com.br. [email protected] 997989399.

Facebook Comments

Post a comment