Uni duni tê… escolhi o meu buquê.

Seja qual for o estilo escolhido, o que está super em alta são os buquês desconstruídos, que incorporam o movimento e podem ser customizados ao estilo da noiva. Suas principais características são a assimetria, mesmo nos formatos mais tradicionais, flores de espécies variadas e tonalidades mais fortes – marsala, berinjela, roxo – mescladas àquelas pastéis, para as noivas mais modernas, ou apenas em tons neutros – nude, rosa, amarelo – para as mais clássicas.

Alguns tipos mais tradicionais são indicados para estilos mais específicos, vamos conhecer quais são:

Braçada

É o preferido das noivas mais românticas e despojadas, que se casam no campo ou em um ambiente com ar bucólico. Esse buquê é carregado apoiado nos braços, o que dá origem ao seu nome.

Especiarias

Esta novidade tem sido indicada para as noivas supersticiosas. São ricos em sementes, lavanda, folhagens e especiarias como alecrim e canela, para dar sorte. Ou arruda e pimenta para espantar as más influencias.

Redondo ou Bolinha

Considerado o mais clássico entre os buquês e o queridinho das noivas, mas devemos tomar cuidado com sua cor que deve sempre ser mais clarinho pois tons fortes acabam por apagar o vestido pois ele chama muito a atenção ficando em evidencia.

Cascata ou Cacho de Uva

Esse modelo clássico voltou a ser o objeto de desejo daquelas que não abrem mão do tradicional mas que procuram um buquê mais imponente para acompanhar um vestido com muito estilo. O buquê cascata também volta repaginado em seu formato: “mais comprido e menos compacto”.A ideia é mostrar movimento com flores arranjadas de um modo menos rigido. Como seu formato é maior, é preciso ficar atento a altura da noiva, para que sua imagem não seja obstruída pelo buquê, que costuma ser indicado para mulheres mais altas e longilíneas.

Colaboração: Flaviane Tolentino

www.trembonito.com.br

) 99277-1243 / 3051-6476

Facebook Comments

Post a comment