ORTOSONIA, ENTENDA ESSA OBSESSÃO

Ter uma boa rotina de sono é algo importante para a saúde e equilíbrio do corpo. Há pessoas obcecadas com o chamado ?sono perfeito?, definição do transtorno que leva o nome de ortosonia. Ela ocorre quando o indivíduo cria uma obsessão com seus ciclos diários de sono. Como identificar: atualmente, graças a aplicativos para o monitoramento do sono, muitas pessoas criaram o hábito de acompanhar, diariamente, dados sobre as noites dormidas (tempo de sono ?leve?, ?profundo? e até mesmo a média de frequência cardíaca durante a noite). O aumento no uso de smartwatches é o que vem auxiliando nesse processo. O hábito de monitorar o sono pode até auxiliar na saúde, pois, dessa forma, é possível planejar e manter um padrão de sono. No entanto, isso pode ser prejudicial ao organismo quando a pessoa se torna obcecada pelos dados e se desafia, de forma desmedida, a buscar melhores resultados. Afinal, o hábito gera estresse e ansiedade. O objetivo de quem monitora o sono é, justamente, buscar noites mais agradáveis de sono, obtendo maior relaxamento do corpo. Só que, quando a pessoa fica obcecada com os dados e resultados, acontece o contrário – a tendência é que o indivíduo fique ainda mais agitado e ansioso para alcançar os resultados desejados. Cientistas de Chicago (das escolas de Medicina da Universidade Rush e da Northwestern) chamaram esse distúrbio de ortosonia, que consiste em um comportamento obsessivo com relação ao sono. Em vez de se prender a aplicativos de monitoramento, que tal praticar exercícios e buscar o auxílio de alimentos que melhoram o sono? Se o objetivo é melhorar a qualidade do sono, o mais indicado é que você busque soluções mais concretas, como meditação, yoga e a prática de outros exercícios – ou até mesmo recorrendo aos alimentos certos. A alimentação também pode ajudar muito neste quesito. Existem chás feitos com ervas medicinais (mulungu, camomila e erva-cidreira, por exemplo) e outros ingredientes que ajudam a tratar a insônia e garantir uma boa qualidade de sono. Alimentos ricos em triptofano, por exemplo, como banana, abacaxi, castanhas e chocolates amargos, estimulam a produção de melatonina (o ?hormônio do sono?), e por isso são indicados para quem quer dormir bem.

Colaboração: Roberto El Check – personalyogabh.com.br – (31) 98876-7090  

Facebook Comments

Post a comment