Você conhece o Treinamento funcional?

Modalidade usa o peso do próprio corpo para fortalecer e acelerar o metabolismo, aumentando o gasto calórico.

Agachar, arremessar, empurrar, saltar, correr, estabilizar, tudo isso é usado para fazer do corpo físico uma ferramenta que produza movimentos mais eficientes, melhorando a performance e prevenindo lesões. Isso é um processo que inclui aprendizado, desafio, evolução e muita determinação e vontade. O treinamento funcional tem como objetivo, além das questões estéticas, melhorar a habilidade de realizar as atividades da vida cotidiana. Se você tem dificuldade de descer do ônibus, se cansa ao subir dois lances de escada, sente desconforto ao brincar agachada com o filho pequeno e não consegue carregar a sacola pesada da feira, você vai entender exatamente do que estamos expondo neste texto.

O treinamento funcional trabalha exatamente com os movimentos naturais que são necessários para a execução das tarefas citadas acima e entre outras. Esse treinamento é realizado na maioria das vezes com o peso do próprio corpo para gerar sobrecarga como acontece com as tarefas diárias. Eventualmente poderá ser utilizado alguns acessórios para potencializar o treino.

Esse tipo de treino gera uma eficiente tonificação da musculatura por trabalhar de forma global o corpo. A maioria dos movimentos são complexos englobando vários grupos musculares e articulações em um só exercício, diferente por exemplo, da musculação que trabalha de forma segmentada a força muscular. Além disso é um potente aliado para o emagrecimento já que os exercícios são executados de forma rápida, acelerando o metabolismo e auxiliando na queima calórica.

Existe hoje em dia, em decorrência do avanço da tecnologia, uma tendência às dores devido á má postura no trabalho ou dia a dia. O trabalho de interiorização da consciência do próprio corpo em relação à posturas, seja na hora do exercício ou durante horas de trabalho, é imprescindível para um treino de fato eficiente e seguro. O fortalecimento do CORE é uma questão íntima relacionada à consciência corporal. Entender que o CORE é uma espécie de cinturão que compreende os músculos das regiões que circundam o umbigo: abdômem, lombar, períneo (musculatura interna da pelve que tem a função de controlar a saída da urina e conter os órgãos na cavidade abdominal) e glúteos é o primeiro passo para a execução do exercício de forma segura para a coluna e ajuda a evitar compensações durante o movimento. Além de entender é importante aprender e sentir a contração de forma correta, consciente.

Um outro fator importante para adquirir resultados é a frequência, assiduidade.

Você se sentir motivado para comparecer ao treino é crucial e isso está relacionado à dinâmica do treino. Diferentemente da musculação o treinamento funcional é versátil, sempre com movimentos variados a cada aula para que além de trabalhar sempre o corpo como um todo, possa garantir mais disposição para a pessoa se manter na modalidade e consequentemente ganhar resultados. Estímulos diversos também é imprescindível para adquirir resultados já que o corpo humano é um especialista em adaptação. Se você fizer sempre os mesmos movimentos, depois de um tempo, o corpo vai se acostumar e parar de evoluir. Conheça pessoalmente o treino funcional aplicado de forma personalizada e bem orientada.

 

Colaboração: Juliana Cintra Salles

Fisioterapeuta e proprietária do

Estúdio inLOTUS

 

www.inlotuspilates.com.br

 

Pilates

  • Treinamento Funcional
  • Yoga
  • Fisioterapia Clínica
  • Massoterapia
  • Nutrição

 

 

Av. Francisco Sá, 629 – Bairro Prado

3654-1972 /  98334-7756

Facebook Comments

Post a comment