ANO DE 2020

“A vida nos ensina a fazer bom uso do tempo enquanto o tempo nos ensina a valorizar a vida”
É quando começa o Ano Novo que renovamos nossos desejos esperançosos de um ano próspero, com saúde e repleto de felicidades. Nossos corações oram em harmonia, sedentos de realizações. Um novo amor, dinheiro, saúde, uma casa nova, um belo emprego, amigos ao redor e união na família é a oração que brota em nosso interior. E buscamos nossos sonhos ao alcance de nossas mãos.
É nessa reflexão anual que me dei conta de como o tempo passa rapidamente. Como diz a musica “a vida passa” e eu não percebi o correr dos anos. De repente as crianças cresceram, casaram, tiveram filhos… Minha mãezinha se foi e com ela um pedaço de meu coração. Alguns amigos se aposentaram, outros envelheceram e adoeceram. Outros se esqueceram de viver e agora choram sozinhos as oportunidades perdidas, os momentos não vividos, os lugares não visitados, os amigos esquecidos, a família afastada…
E eu, na minha pequenez, ainda deixo brotar os sonhos e insisto em busca-los.
Ainda mantenho viva a criança interior que se surpreende com o corpo cansado.
O labor do trabalho faz parte da minha rotina e procuro deixar um legado de amor às pessoas que passam por mim. As perdas enchem meus olhos de lágrimas, meu coração de tristezas, mas minha alma repleta de sabedoria pelas experiências acumuladas. Deixo a alegria de viver possuir-me. Queria ter mais tempo, viver 200 anos para realizar e experienciar tudo que gostaria. Mas o tempo é uma roda criada pelos sentidos que gira na vastidão do espaço. Então o que importa é o PRESENTE onde a vida realmente acontece. Vivo para experienciar Deus em todas as coisas e ama-las intensamente. E assim vou construindo minha história.
Neste ano que se inicia desejo que todos possam sentir o calor acariciante do presente. Que possam deixar a vida acontecer a cada dia com alegria de poder perceber a beleza que nos envolve e aproveitar todas as oportunidades! Abraçar os filhos e curtir os amigos! Resgatar os perdidos e perdoar os mal vividos. Compreender os altivos e sustentar os mais fracos. Perceber a dor do outro e levar o consolo. Agradecer, sonhar. Acreditar, realizar. Amar. Saber que a vida é um desafio e os obstáculos estão presentes para serem superados. Deixar o amor permear tudo até que o Deus interior os consuma e essa essência divina conduza a vida tornando-a plena de felicidades. Feliz Ano Novo!

Texto do livro “SENSIBILIDADE”
Dra. Dulcinea Mattar: Cirurgiã dentista, empresária, escritora. Membro da Academia Mineira de Odontologia cadeira nº 3. Proprietária e dirigente do Hotel Geriátrico Residencial Harmonia. www.residencialharmoniabh.com.br. 31 997989399.