Câncer de pele, conheça os principais sintomas!

Uma mancha na pele que só cresce. Às vezes coça, sangra, não cicatriza. Estes são alguns dos sintomas indicativos para câncer de pele. A doença costuma surgir com mais frequência nas áreas que são mais expostas ao raio UV, como face, mãos e tronco. A pele é responsável por proteger nosso corpo contra o calor, a luz, além de ajudar no controle da temperatura.

Dependendo de qual tipo de câncer de pele, ele ganha uma cicatriz e tem que acompanhar a lesão por alguns anos ou para sempre. Os três tipos de câncer de pele mais comuns são o carcinoma basocelular, carcinoma de células escamosas e o melanoma maligno. O diagnóstico da doença vai variar desde uma mancha simples que nunca evolui até efetivamente o quadro de tumor mais agressivo, que pode levar à morte.
Os tipos de câncer de pele não melanoma
O carcinoma basocelular e o de células escamosas em geral ficam localizados por muitos anos e raramente se espalham. Apesar disso, se não forem tratados, podem crescer muito e até destruir o tecido ao seu redor. Por exemplo, um carcinoma basocelular no nariz pode crescer e destruir a cartilagem do órgão, resultando em mutilação para o paciente. O carcinoma de células escamosas pode, ocasionalmente, se espalhar para os canais linfáticos e atingir os linfonodos que drenam a região do tumor, mas raramente atinge órgãos internos pela via sanguínea. O câncer de pele é detectável através de um exame clínico feito pelo dermatologista para ver se tem alguma alteração. Depois, ele faz a dermatoscopia, que consegue analisar alguns pontos que identificam o câncer de pele. Para fechar o diagnóstico, precisamos fazer uma exérese (cirurgia para retirar parte de um órgão) dessa lesão e análise anatomopatológica. Assim, é possível identificar se é câncer de pele, qual é o tipo e o grau de infiltração dele.

Colaboração:
Roberto El Check – personalyogabh.com.br 
(31) 98876-7090 – BH – (MG)

Facebook Comments

Post a comment