MULHERES BRUXAS

Assistindo a um vídeo na internet de Silvio Matos encantou-me a colocação delicada e dedicada ás mulheres bruxas. Segundo ele “a palavra bruxa no Sânscrito significa mulher sábia e no latim larva de borboleta, assim bruxa é aquela que tem a sabedoria e o poder de se autotransformar”.

Nós mulheres somos bruxas por termos a coragem de nos multiplicarmos em inúmeras funções no mesmo dia como mães, esposas, filhas, avós, cozinheiras, administradoras, cuidadoras, faxineiras, provedoras, educadoras e tantas outras mais, simplesmente para levar alegria aos que nos rodeiam.

Sem falar em nos posicionarmos na linha de frente das batalhas, levando as rajadas em proteção dos filhos e entes queridos.

Bruxas que vão à luta na incansável labuta.

“Bruxas que intuem a vinda da chuva” e se encantam com a lua cheia, com a beleza de uma árvore florida, com as ervas nascendo no vaso, com a presença mágica de uma criança e de um idoso, com um livro, com o nascer do sol e com cachoeiras cantantes. Bailam em festa na natureza mestra!

Bruxas que sentem a presença divina num olhar amoroso, num abraço carinhoso.

E que agradecem as bênçãos recebidas de sonhos embebidas.

Bruxas que geram e criam. E com lágrimas silenciosas e amor celestial conduzem para à liberdade a cria.

Que choram e oram. Abençoam, benzem e curam. Que operam milagres com seus chás encantados embebidos de amor pleno. Sereno.

Bruxas que apaziguam, compreendem, perdoam e se doam.

“Bruxas são mulheres benditas”, poderosas por se conhecerem, por iluminarem e permanecerem ocultas, belas, simples e cultas.

Assumem seu poder pessoal, preparam suas ervas, se guiam pelo sexto sentido presente em cada momento vivido. E na caminhada da vida espalham flores e amenizam as dores. E em cada marca sulcada pelo tempo em seu corpo errante, deixa aflorar histórias vividas com sentimentos plenos de musa amante. E seu amor contagia todos que toca em sua volta. E livre se solta. Meu abraço carinhoso pelo seu dia mulher bruxa de qualquer idade, repleto de desejos de felicidades!

Texto do livro “SENSIBILIDADE”

Dra. Dulcinea Mattar: Cirurgiã dentista, professora, escritora. Membro da Academia Mineira de Odontologia cad. Nº3. Proprietária e dirigente do Hotel Geriátrico Residencial Harmonia. www.residencialharmoniabh.com.br, [email protected]  997989399.

Facebook Comments

Post a comment